Artes da Trevas: Horcrux



Horcrux


Uma "Horcrux" (um horcrux, em Portugal, onde o termo é do género masculino) é um objeto mágico da série de livros Harry Potter, de J. K. Rowling, e apareceu pela primeira vez em Harry Potter and the Half-Blood Prince (Harry Potter e o enigma do Príncipe,que na verdade é Harry Potter e o Príncipe Mestiço no Brasil e Harry Potter e o Princípe Misterioso em Portugal). A natureza dos horcruxes é ponto central em importantes eventos no livro seis e para toda a série


Horcruxes de Voldemort


O desejo de Voldemort de ser imortal foi confiado na terrível magia das horcruxes. Segundo Alvo Dumbledore, Voldemort resolveu fazer seis horcruxes, tendo despedaçado sua alma sete vezes (já que um pedaço permanece no corpo da pessoa) escolhendo este número por ser considerado o número não mágico, mas muito poderoso, assim sendo ele permanecerá imbatível até que todas as horcruxes sejam destruídas. Criar uma só hocrux, retirando um pedaço da alma, já deixa a alma instável, e em toda a história da magia, não houve um bruxo que criou mais de duas ou três horcruxes, sendo Voldemort a exceção, "Voldemort ultrapassou o limite da maldade".


Porque Voldemort no lugar de criar as horcruxes, simplesmente não criou uma Pedra Filosofal? Objeto capaz de dar a imortalidade ao seu possuidor. A Pedra Filosofal sintetiza o Elixir da Vida, e deve ser tomado freqüentemente para mantêr-se vivo, segundo Dumbledore, Voldemort sempre fez tudo sozinho, e não admitiria depender da pedra para viver, e caso alguém a roubasse dele ele morreria.


Na opinião de Dumbledore, um bruxo tão cioso de objetos marcantes dentro da história da magia, como Voldemort, não colocaria pedaços de sua alma em qualquer objeto comum. Ele certamente procuraria coisas que fossem importantes, familiares ou históricas. Ele sempre acreditou na sua superioridade e estava determinado a abrir para si um lugar na história da magia.


As Sete Horcruxe:


O Diário de Tom Riddle


O Diário de Tom Riddle é um objeto mágico da série Harry Potter, que aparece no livro Harry Potter e a Câmara Secreta. É um diário, escrito por Tom Riddle (Voldemort) em sua estadia por Hogwarts.


O Anel de Servolo Gaunt / O Anel de Marvolo Gaunt


Um anel, pertencente ao avô de Voldemort, Servolo Gaunt, com uma pedra que brandia o emblema dos Irmãos Peverell. Voldemort conseguiu-o estuporando o tio Morfino Gaunt, daí matou seu pai e toda sua família para tornar o anel uma Horcrux, e fez Morfino ser preso pelo crime. Riddle usou o anel durante a vida escolar, e após terminar Hogwarts escondeu o anel na cabana dos Gaunt. Dumbledore depois encontrou o anel, e o destruiu com a espada de Godric Gryffindor (que por ter sido usada por Harry Potter para matar o basilisco, estava impregnada de veneno).


OBS: A pedra do anel é mais tarde revelada como a A Pedra da Ressurreição, uma das Relíquias da Morte que são três: A Pedra da Ressureição, A Varinha das Varinhas (ou A Varinha da Morte) e a Capa de Invisibilidade.


O Medalhão de Slytherin


A mãe de Riddle, Mérope Gaunt possuía um medalhão herdado de Salazar Slytherin (ou Salazar Sonserina), e vendera a Borgin & Burkes por uma pequena quantia de dinheiro. O medalhão fora comprado por Hepzibah Smith, e Riddle pegou-o junto com a taça de Hufflepuff após matá-la em uma visita. Após tornar o objeto uma Horcrux (matando um mendigo), escondeu-o em uma caverna cheia de magia de modo que quem a descobrisse fosse morto: a entrada só se revela ao se esfregar sangue na parede de pedra; dentro da caverna há um lago, cheio de Inferis e uma ilha no centro com uma bacia que abriga o medalhão; porém este só se revela após tomar a poção enfraquecedora que enche a bacia.


A Taça de Hufflepuff


Riddle conseguiu uma taça de Helga Hufflepuff assassinando Hepzibah Smith e acusando a elfa doméstica da casa pelo crime. Voldemort confiou a taça á Belatriz Lestrange, que a guardou em seu cofre em Gringotes. Harry, Rony e Hermione invadem o cofre e pegam a taça, destruída por Hermione após pegar as presas do Basilisco morto na Câmara Secreta.


Para criar essa Horcrux, Voldemort assassinou Hepzibah Smith, a antiga dona da taça e do medalhão.


A Cobra Nagini


Nagini é descrita como grossa e comprida, com a grossura de uma coxa masculina, como dito em Harry Potter and the Deathly Hallows. Voldemort tornou sua cobra Nagini uma horcrux após matar o trouxa Franco Bryce, em seu tempo de exílio, durante Harry Potter e o Cálice de Fogo, a quarta trama da série. Nagini é mais tarde morta por Neville Longbottom, decapitando-a com a espada de Gryffindor, fora da sua redoma protegida.


Para criar essa Horcrux, a vítima de Voldemort foi Berta Jorkins.


O Diadema de Ravenclaw


Um objeto muito procurado por estudantes através dos séculos, o diadema de Rowena Ravenclaw aumentaria a inteligência de quem o usasse. A filha de Ravenclaw, Helena, roubou-o e escondeu-o numa floresta albanesa antes de ser morta pelo Barão Sangrento. Rowena agiu como se nada tivesse acontecido, e ninguém soube do paradeiro da joia, considerada desaparecida - até que Tom Riddle descobriu sua localização persuadindo o fantasma de Helena, conhecido em Hogwarts como Dama Cinzenta.


Para criar essa Horcrux, Voldemort matou um camponês da Albânia.


Harry Potter


Essa horcrux foi feita sem o consentimento do próprio Voldemort, na noite em que tentou matar Harry, o feitiço ricocheteou e uma parte da alma de Voldemort se desprendeu e se apegou no corpo vivo mais próximo, que no caso era Harry Potter.


Veja essa e mais matérias sobre Artes das Trevas em:Anexo:Lista de itens mágicos da série de livros Harry Potter - Wikipédia, a enciclopédia livre

2 comentários:

  1. eeeeuuuu aaammmmoooo a sssaaagggaaa harry poter!!!!!!!!!!! huuuu vcs sao demais

    ResponderExcluir
  2. como se faz uma delas

    ResponderExcluir

Não utilize palavras obcenas e degradantes, comentários desse tipo serão rejeitados.